Pastor sobrevive após seu coração parar por 33 minutos: ‘Deus não terminou a obra’

Randall Morrow, pastor sênior da “Crosswalk Church” em Williamsburg, na Virgínia, Estados Unidos, contou que recebeu uma segunda chance de vida, há dois anos.

Randall, 60 anos de idade, é casado com Pamela Ruth Randall, 59 anos de idade. O casal tem 10 filhos e serve com outros membros da família igreja.

Porém, no dia 8 de março de 2021, Randall levantou e como de costume foi à academia. Depois de correr na esteira, ele teve uma parada cardíaca devido ao entupimento de uma artéria importante.

A nora de Randall, Katie, trabalhava na academia e correu para a casa do sogro para informar Pamela.

No hospital, os médicos relataram que o coração de Randall havia parado por 33 minutos e nenhum oxigênio chegou a seu cérebro durante esse período. 

Segundo o site das Assembleias de Deus, a família estava ciente que se ele acordasse, não seria mais a mesma pessoa.

“Na melhor das hipóteses, havia 95% de chance dele não sobreviver”, lembra a enfermeira, Robyn Pellei. 

“Ao preparar a sala de trauma para a chegada de Randall, eles prepararam um saco para cadáveres devido à improbabilidade de sua sobrevivência”, acrescentou ela.

Quando Randall chegou ao pequeno hospital local em Williamsburg, seu coração parou pela terceira vez, mas ele foi novamente ressuscitado medicamente. 

“Quando Mark foi colocado no helicóptero, toda a nossa equipe ficou surpresa ao ver que seu coração ainda batia. Claro, nenhum de nós esperava que ele recuperasse a atividade cerebral”, contou a enfermeira.

O pastor recebeu a cura de Deus

Randall permaneceu em coma por seis dias, enquanto sua família e amigos de todo o mundo o cobriam de orações.

“De repente, meus diagnósticos começaram a voltar ao normal. Sem danos no coração, sem danos nos órgãos, as coisas estavam se curando”, afirmou Randall. 

No entanto, o dano cerebral que ele sofreu permaneceu desconhecido para os médicos que disseram que a única maneira de saber mais detalhes era se ele acordasse e mostrasse”, relatou Pamela.

O reverendo Frank Potter, superintendente do distrito de POTOMAC, veio de Washington DC para orar por Randall em seu quarto de hospital. 

“Lembro-me de orar para que Deus desse a Randall um milagre que ele pudesse testemunhar e usar para a glória de Deus”, declara Potter.

Poucas horas depois da oração do reverendo, ele acordou do coma e, embora ainda estivesse entubado, ficou alerta o suficiente para começar a se comunicar por papel e caneta. 

“O que foi mais impactante para mim foi quando Randall estendeu a mão, pegou uma prancheta e escreveu: ‘Deus não deve ter terminado comigo ainda’”.


Imagem do papel em que o pastor escreveu. (Foto: Reprodução/AG News)

Dez dias após o ataque cardíaco, Randall recebeu alta do hospital sem sequelas. No entanto, o pastor estava determinado a continuar a provar que os médicos estavam errados e demonstrar que Deus havia restaurado totalmente sua mente e seu corpo. 

Meses depois Randall se tornou a primeira pessoa a se formar em doutora em dois meses na “Southeastern University”. 

“Damos toda a glória a Deus”, diz Randall.

Com a experiência do milagre de Deus, Randall afirmou que percebeu que os relacionamentos são o que mais importa e mudou o foco do seu ministério para investir intencionalmente em seus relacionamentos com a família, congregados, colegas, líderes comunitários e missionários.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!