Firjan e Porto do Açu promovem evento voltado para a inovação em Macaé nessa terça, 5

A Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), através de sal regional Norte Fluminense (Firjan NF), em parceria com o Porto do Açu, promovem a 2ª edição do encontro Conexões para Inovação, que acontece nessa terça-feira, 5, na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem da Indústria (SENAI), em Macaé.

Com o tema “Como impulsionar o ecossistema de inovação de Macaé”, o encontro promete reunir empresas que consideradas referência mundial em processos de inovação, além de representantes de startups e empreendedores da região com o objetivo de debater projetos inovadores e geração de novos negócios.

“Depois de uma 1ª edição de sucesso no Porto do Açu, a Firjan e o Porto [do Açu] realizam uma nova edição em Macaé. A inovação está ao alcance de todas as empresas de todos os portes e setores, e assim esperamos contribuir para inspirar novas ideias e novos negócios”, disse o presidente da Firjan NNF, Francisco Roberto de Siqueira.

Gerente de Relacionamento com a Comunidade do Porto do Açu, Wanderson Primo acredita que eventos como esse ajudam no desenvolvimento das cidades da região, estimulando práticas empresariais e governamentais voltadas para a inovação.

“Com eventos como esse, a Firjan e o Porto do Açu buscam estimular o desenvolvimento do ecossistema de inovação, para que empresas e startups formem novas parcerias otimizando custos e maximizando resultados. Dessa forma, contribuímos com a melhoria do ambiente de negócios da região”, afirma Wanderson Primo, que também é e conselheiro da Firjan NF.

Ainda segundo a Firjan, o encontro dessa terça contará com a participação de instituições de ensino, e do poder público, que também participarão de um momento de confraternização para troca de contatos e apresentações com as startups e empresários.

Para a mesa de debates do evento, estão confirmadas as presenças da chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Macaé, Mariana Previtali; do professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Allan Cormack, diretor do Inova UFRJ; do sócio fundador da T&D Sustentável, Camillo Torquato; do gerente de operações da Vallourec, Fredjoger Mendes; da pesquisadora da SLB, Giovanna Carneiro; e do coordenador do Grupo de Trabalho de Inovação da Firjan Norte, Glauco Nader; com mediação do especialista em Inovação da Casa Firjan, Marcos André Farias de Oliveira.

De acordo com a Firjan, o grupo discutirá formas de estimular a inovação dentro das empresas, além de apresentar casos de sucesso, como, por exemplo, os da T&D Sustentável, que criou um Sistema de Economia de Água (SEA) com queda de até 70% do consumo.

“A Vallourec, líder mundial em soluções tubulares premium, criou, por meio de sua equipe de IoT (sigla, em inglês, para Internet of Things), um robô que realiza a manutenção dos tubos, aumentando a produtividade e diminuindo custos. Já a SLB, uma das maiores prestadoras de serviço de petróleo do mundo, desenvolve novas tecnologias para acelerar a transição energética, além de promover programas de inovação para empreendedores com aportes de até 2 milhões de reais”, completa a Firjan.

Em sua 1ª edição, no último mês de abril, o Conexões para Inovação contou com cerca de 100 representantes de empresas, startups e entidades ligadas à inovação de pelo menos 5 cidades da Região dos Lagos e da Região Norte.

Durante o encontro, realizado no Porto do Açu, em São João da Barra, 13 startups expuseram seus produtos e serviços, como a “Letras e Bits”, que utiliza apenas energia elétrica para transformar águas poluídas prontas para reuso, e a “Bio Tintas”, que utiliza o princípio ativo de pimentas na pintura de cascos de navios, o que diminui os tempos de manutenção e os custos.

Além da Firjan e do Porto do Açu, o evento contou ainda com representantes do Instituto Federal Fluminense (IFF), de empresas de Campos, Macaé, São João da Barra, Quissamã e Rio das Ostras, e de membros da Prefeitura de Campos, como o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mauro Silva, a subsecretaria de Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora, e o diretor de Inovação, da Secretaria de Petróleo, Energia e Inovação, Luis Magalhães.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!