--:--
--:--
  • cover
    Tribo Bless

Perfeito e pecador, é possível?

O que falta para uma pessoa perfeita? Nada. Se a perfeição é sua realidade o que mais poderia faltar? Geralmente usamos a palavra “perfeito” para situações, coisas, pessoas e lugares nos quais não achamos nenhuma imperfeição ou falha. “Que lugar perfeito!”, “Que comida perfeita!”, “Que jogada perfeita!”…

O que falta para um pecador? Tudo. Pecar tem sido a realidade para pecadores que formam ambientes de pecados. De todos os tipos, formas e absurdos. Sufocada no pecado, esta geração vive carente de tudo, vive incompleta, sem norte, sentido, horizonte. O que se explica pelos “vazios” de sua condição mais evidente, pois o pecado provoca imensos vazios na alma, e lugar vazio precisa de tudo.

Portanto a pergunta: é possível ser perfeito e pecador ao mesmo tempo? Não é uma contradição? Como pode o perfeito ser a mesma pessoa pecadora? Como pode o pecado se expressar como perfeição? É possível?

Hebreus 10:14 tem um intrigante versículo. Ele nos ajuda a responder: “Porque, mediante essa única oferta, ele tornou perfeitos para sempre os que estão sendo santificados.” “Essa única oferta” é o sacrifício de Cristo na cruz. Essa foi nossa única e suficiente oferta para termos acesso as bênçãos contidas neste versículo.

Primeira bênção: “Ele tornou perfeitos para sempre…”. Não é que Ele melhorou, completou, ampliou, transformou, renovou, nada disso. A palavra é grande, é forte, é clara, Ele tornou PERFEITOS para sempre! Não foi por tempo determinado, foi para sempre! Lindo e profundo, o sacrifício de Cristo, a oferta do seu sangue, me aperfeiçoou para sempre.

Repetindo, perfeitos não precisam de nada, exceto aqui: “… os que estão sendo SANTIFICADOS.” Pecadores precisam de santificação. Vamos juntar as duas informações. Em Cristo sou perfeito, mas na minha humanidade ainda preciso do processo de santificação. Estamos sendo santificados dia a dia, exatamente porque nesta carne ainda lutamos diariamente contra nossas vontades e tentações.

Hebreus 10:14, portanto, afirma que sim, é possível sermos perfeitos e pecadores ao mesmo tempo. Para ficar ainda mais claro, Colossenses 3:3 afirma que nossa vida está escondida em Cristo. Desde que recebemos a Cristo como nosso Senhor e Salvador e declaramos publicamente no batismo o senhorio dEle, quando Deus e o mundo olha para nós, todos veem primeiro a Cristo, pois nós estamos escondidos nEle!

Este é o paradoxo. Esta é nossa luta diária, batalhando pela fé que uma vez foi entregue aos santos. Nossa posição perante Deus é perfeita, pois nossa perfeição não é mérito ou conquista nossa, é uma ação totalmente dEle, que nos aperfeiçoou para sempre e, neste processo, continuamente trabalha a santificação em nossas vidas.

Edmilson Ferreira Mendes é escritor, pastor, teólogo, observador da vida.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: “Eu queria que não existisse doença”

Notícias Recentes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Acompanhe as nossas Redes Sociais

Fale Conosco

(22) 99732-8460

Tribo Bless Fm © 2022 - Todos direitos reservados.