Judeu aceita Jesus após visão no Mar Vermelho: “Yeshua se revelou a mim como Messias”

David, judeu israelense, testemunhou como foi seu encontro com Jesus enquanto pescava no Mar Vermelho.

Ele cresceu em uma família judia tradicional, que não acreditava que Cristo fosse o Messias. Durante os três anos que viveu no deserto do Sinai, ele contou que não tinha alegria nem propósito na vida. 

“Eu tive um encontro, Yeshua simplesmente apareceu na minha vida um dia, em um momento específico. Eu estava procurando por algo, eu estava procurando por um significado, por um propósito na vida”, disse ele ao canal do YouTube SO BE IT!. 

David contou que um dia, enquanto estava se preparando para pescar, um homem lhe deu uma Bíblia.

“Esta Bíblia não era como as outras que eu já vi, porque nessa continha o Novo Testamento”, explicou David.

Ele observou que os judeus não costumam ler o Novo Testamento, porém, pela primeira vez, ele leu e isso o impactou. 

“Estou lendo este Livro e ele está realmente falando comigo. Tive essa experiência, é quase como se estivesse vendo minha vida refletida na Bíblia. A beleza disso, o poder disso, vai direto ao seu coração e à sua alma”, disse.

“Fala sobre coisas como o verdadeiro significado da vida e o propósito de por que estamos aqui nesse planeta”, acrescentou.

A partir desse momento, David encontrou significado e propósito para sua vida e começou a ser atraído por Jesus.

Buscando compreender as Escrituras

Ele citou que quando abriu a Bíblia e leu a passagem em Isaías 53, percebeu que Deus estava falando sobre Jesus. 

Então buscou comparar a versão da Palavra de Deus em inglês com a sua Bíblia em hebraico, e percebeu que Yeshua estava sendo descrito em ambas as traduções.

“Não foi citado só por Isaías mas por outros profetas. Também em Jeremias e em toda a Escritura”, afirmou David. 

Um dia, enquanto estava consertando sua rede em uma duna de areia, ele testemunhou que teve um encontro com Jesus:

“Yeshua veio até mim e se revelou como o Messias. Isso mudou a minha vida. Eu era um cara triste e quando eu entendi que Ele veio para perdoar os meus pecados, pude olhar ao meu redor e ver que toda tristeza foi tirada de mim”. 

“Era como se eu estivesse vivo pela primeira vez”, disse David, que na época tinha cerca de 23 anos. 

Depois que se converteu ao cristianismo, sua família o rejeitou. Com o passar dos anos, principalmente sua mãe, começou a respeitar sua fé a partir do seu testemunho de vida.

Hoje, ele serve ao Senhor como jornalista e editor da revista internacional online “Israel Today”.

“Eu escrevo histórias conectando o que está acontecendo em Israel hoje com a Bíblia, para dar uma dimensão bíblica ao público”, concluiu David.

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!