--:--
--:--
  • cover
    Tribo Bless

Conferência de Cosmovisão Bíblica analisa evidências da ressurreição de Jesus

Estudantes de várias escolas no norte do Texas e arredores se reuniram, na semana passada, na Igreja Batista de Prestonwood, para a “Primeira Conferência de Cosmovisão Cristã do país.

O evento foi apresentado por Jeremiah J. Johnston, reitor de desenvolvimento espiritual da Prestonwood Christian Academy e contou com a presença de vários palestrantes ilustres, entre eles o autor Lee Strobel, o pastor Jack Graham e o apologista William Lane Craig.

A conferência, segundo seus organizadores, tem como objetivo equipar os cristãos para responder às principais visões culturais com a verdade do Evangelho. Embora ela já aconteça desde 2005, o tema deste ano chamou a atenção dos alunos. 

Entre os assuntos abordados estão: “O caráter de Jesus como o grande “EU SOU” do Antigo Testamento e “Como se parecer com Jesus e agir como Ele num mundo cada vez mais complexo”. 

‘Jesus ressuscitou’

De acordo com Strobel, que falou sobre a Teoria da Criação, há dois desafios principais: a questão do ateu popular que pergunta “Quem criou Deus?” e a teoria avançada pelo falecido astrofísico Stephen Hawking, que sugeriu que, porque a gravidade existe, o universo pode de fato criar-se a partir do nada.

Porém, conforme o pastor e escritor “há coisas muito mais relevantes que as pessoas lá fora precisam saber”, disse ao mencionar o que ele chama de “quatro termos-chave para ajudar a resumir a evidência da ressurreição”. 

Execução: Jesus estava verdadeiramente morto depois da cruz, fato demonstrado até mesmo em textos de Josefo e de outros historiadores seculares;

Crucificação: poucos meses após a crucificação de Cristo, temos relatos iniciais da subsequente ressurreição de Jesus, mais notavelmente a primeira carta do apóstolo Paulo à igreja em Corinto, que circulou durante a vida dos contemporâneos de Jesus, que poderiam facilmente ter contradito esses relatórios;

Túmulo vazio: o túmulo em que Jesus foi enterrado está vazio, um fato que, conforme Strobel, até mesmo seus inimigos admitiram, mas atribuíram ao suposto roubo do corpo pelos discípulos;

Testemunhas oculares: Jesus apareceu vivo em uma dúzia de ocasiões diferentes para mais de 500 pessoas diferentes.

‘Há pessoas morrendo e precisando saber disso’

Durante a conferência, os preletores reforçaram que nenhuma teoria, nem mesmo a de Hawking consegue acabar com Deus e que a ciência moderna que apoia a existência do Criador é “o eixo da nossa fé”, através da ressurreição de Jesus.

“Há um mundo lá fora que está morrendo e que precisa saber disso”, disse Tim Barnett, professor adjunto canadense de Bíblia e ciências e palestrante do ministério de apologética cristã Stand to Reason.

Ele expandiu o argumento de Strobel falando sobre um universo bem ajustado, levando os alunos às palavras do Salmo 8: “Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes?”.

Ao falar de outras religiões, um dos palestrantes observou: “Buda ainda está no túmulo. Confúcio ainda está no túmulo. Maomé está morto. E todos os fundadores de todas as principais religiões do mundo já não vivem. No entanto, a afirmação da fé cristã é que Jesus tem as palavras de vida eterna”, concluíram.

Notícias Recentes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Acompanhe as nossas Redes Sociais

Fale Conosco

(22) 99732-8460

Tribo Bless Fm © 2022 - Todos direitos reservados.