--:--
--:--
  • cover
    Tribo Bless

Enem 2023: como a alimentação pode ajudar na hora da prova

Milhares de estudantes em todo o país se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que pode definir seus destinos acadêmicos, profissionais e sociais. Além de manter os estudos em dia, um aspecto muitas vezes negligenciado, mas que é fundamental para o desempenho dos candidatos é a alimentação.
 
A professora de Nutrição do Centro Universitário de Brasília (CEUB) Paloma Popov, destaca que a alimentação balanceada pode influenciar positivamente o desempenho na prova, agendada para este domingo (05). 
 
De acordo com Paloma Popov, a escolha dos alimentos para o dia da prova não envolve segredos, mas sim a consciência de ter uma alimentação saudável e equilibrada. Isso significa consumir alimentos de todos os grupos alimentares, incluindo carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais.
 
Os grupos de alimentos como carnes, cereais, frutas, hortaliças e leguminosas, formam a base para uma alimentação equilibrada, contribuindo para a saúde física e mental: “O preparo do corpo e da mente deve ser constante, não apenas na véspera de provas importantes. A escolha de alimentos ultraprocessados, ricos em açúcar e sódio deve ser evitada, pois podem resultar em desidratação, inchaço e desconcentração”.
 
A nutricionista do CEUB explica que o estudante deve manter uma alimentação frequente com horários regulares, hábito fundamental para manter a concentração. Sobre o jejum, Paloma adverte que passar um período prolongado sem se alimentar pode levar o candidato à sonolência e até mesmo à hipoglicemia, o que é prejudicial durante a prova.
 
“Durante longos períodos de estudo, é importante que os estudantes observem sinais de fome e, se necessário, façam pequenas refeições leves para manter os níveis de energia”, destaca.
 
Café: vilão ou mocinho do estudo?
 
Estimulante natural, o café é muito consumido para dar energia em atividades que envolvam foco e concentração. A docente do CEUB, no entanto, recomenda que os candidatos devem ter cautela, pois a cafeína em excesso pode levar à ansiedade, aconselhando a evitar a ingestão de café nos dias que antecedem a prova.
 
Paloma frisa que para se sair bem na prova, a hidratação é fundamental, sendo a água a melhor opção para manter o corpo bem suprido de líquidos.
 
Para lidar com a ansiedade e garantir uma noite de sono tranquila antes do Enem, Paloma afirma que a fitoterapia pode ser uma aliada. Ela destaca o consumo de chás como camomila e capim cidreira, conhecidos por suas propriedades calmantes.
 
“Óleos essenciais e outras opções da fitoterapia podem ser úteis para promover o relaxamento e a concentração”, frisa.
 
No dia da prova, a nutricionista do CEUB recomenda tomar um café da manhã reforçado para fornecer energia ao cérebro, mas consumindo com moderação alimentos gordurosos, pois eles podem causar plenitude e fadiga.
 
“Neste caso, o consumo de carboidratos é essencial, incluindo opções como pães integrais e frutas. Uma fonte de proteína magra, como queijo branco, é uma escolha inteligente”.
 
Se der fome durante a prova, os estudantes podem se beneficiar de lanches, desde que sejam leves e balanceados, adverte Paloma Popov. Segundo ela, deve-se evitar alimentos muito açucarados, como chocolates e balas, que podem resultar em picos de energia seguidos de sonolência.
 
“O consumo de muito açúcar durante a prova pode trazer uma falsa impressão de agitação, mas depois isso passa rápido e aí pode até trazer uma fome que atrapalhe a concentração”.

Notícias Recentes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Acompanhe as nossas Redes Sociais

Fale Conosco

(22) 99732-8460

Tribo Bless Fm © 2022 - Todos direitos reservados.