Lista Mundial da Perseguição 2024: número de cristãos perseguidos supera 365 milhões

A Missão Portas Abertas divulgou a Lista Mundial da Perseguição 2024 (LMP), nesta terça-feira (16). Neste ano, o número de cristãos perseguidos aumentou para mais de 365 milhões no mundo.

Em sua 30ª edição, a Lista classifica os 50 países onde os cristãos enfrentam perseguição, hostilidade, sequestro, tortura, prisão e até morte.

A pesquisa para a produção da LMP deste ano abrangeu o período de 1º de outubro de 2022 a 30 de setembro de 2023.

1 em cada 7 cristãos são perseguidos

De acordo com os dados da Lista Mundial da Perseguição, um em cada sete cristãos enfrenta perseguição extrema, severa ou alta. 

São mais de 365 milhões de cristãos no mundo que enfrentam altos níveis de perseguição e discriminação por causa da fé em Jesus, acima do número do ano passado de 360 milhões.

A Coreia do Norte segue ocupando o 1° lugar no ranking, seguido pela Somália (2°) e Líbia (3°). A perseguição extrema agora atinge 13 países, ao invés de 11 na LMP 2023

Os países que passaram ao nível de perseguição extrema são Síria (12º) e Arábia Saudita (13º). As outras nações permaneceram as mesmas, mudando apenas as posições.

1. Coreia do Norte 

2. Somália 

3. Líbia 

4. Eritreia 

5. Iêmen 

6. Nigéria

7. Paquistão 

8. Sudão 

9. Irã 

10. Afeganistão

11. Índia  


Lista Mundial da Perseguição aponta os 50 países em que os cristão são mais perseguidos. (Imagem: Portas Abertas).

Para o secretário-geral da Portas Abertas no Brasil, Marco Cruz, a LMP 2024 é uma referência do que tem acontecido no cenário internacional. 

“O crescimento da violência, de guerras, fome e perseguição étnica e religiosa refletem pontualmente no trabalho da Portas Abertas, que utiliza das informações dos países que atua para trabalhar e apoiar de forma efetiva ao cristão perseguido”, explicou Cruz.

Violência contra cristãos no mundo

O número de cristãos mortos em todo o mundo em ataques relacionados com a fé foi de 4.998. Provavelmente, o número seja mais alto, devido aos muitos casos não relatados.

Os ataques a igrejas, escolas cristãs e hospitais aumentaram sete vezes em 2024, com 14.766 casos registrados, em comparação aos 2.110 ataques em 2023.

Já os casos de cristãos espancados ou ameaçados subiram para 42.849, em comparação com 2023, onde 29.411 casos de violência foram relatados.

Os ataques a residências aumentaram 371% em relação aos números da LMP 2023 (4.547 para 21.431). Os cristãos forçados a abandonar as suas casas ou a se esconderem mais do que duplicaram, de 124.310 para 278.716.

Lançada no início de cada ano, a LMP usa extensa pesquisa, dados de trabalhadores de campo da Portas Abertas, suas redes nacionais, especialistas externos e analistas de perseguição para quantificar e analisar a perseguição em todo o mundo. Cada edição é certificada pelo International Institute for Religious Freedom. 

Nessa edição, todos os 50 países listados permaneceram os mesmos da LMP 2023, mudando apenas suas pontuações e posições.  

Veja aqui os 50 países que compõem a LMP 2024, e todas as informações sobre perseguição em cada um deles.

A Missão Portas Abertas monitora os países em que os cristãos são mais perseguidos com o propósito de prestar serviços emergenciais e tratamento pós-trauma, oferecer ajuda financeira, assim como distribuir material cristão, bíblias, alimentos, roupas, medicamentos e o que o cristão tiver mais necessidade. 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!