--:--
--:--
  • cover
    Tribo Bless

CEAM de Casimiro divulga relatório de atendimentos da unidade em 2023

Inaugurado em maio de 2022, o Centro Especializado no Atendimento à Mulher (CEAM) de Casimiro de Abreu divulgou, nessa terça-feira, 23, um balanço dos atendimentos realizados pela unidade em 2023.

De acordo com os dados, entre janeiro e dezembro do ano passado, o CEAM de Casimiro registrou 1.200 atendimentos a 227 mulheres que procuraram ajuda do município para quebrar o ciclo da violência.

Divulgado nesse início de ano, o relatório anual traz os principais tipos de violência denunciados, a proporção de ocorrências entre os distritos, e as idades das denunciantes, entre outras informações.

“É muito impactante um município pequeno como o nosso ter o número tão expressivo de procura no CEAM. E infelizmente sabemos que esses números não representam a realidade. Muitas mulheres, vítimas de violência, ainda não conseguiram quebrar o ciclo e denunciar, seja por vergonha, medo ou qualquer outro fator impeditivo”, alertou a coordenadora do CEAM, Fátima Nogueira.

Para a gestora da unidade, o número de casos registrados pela unidade é alto devido ao tamanho do município, e considera que os dados significam uma luz amarela para a equipe do CEAM e dos órgãos de segurança.

Segundo os dados, das 227 mulheres que buscaram ajuda na unidade em 2023, 29 tinham entre 18 e 25 anos de idade, 119 tinham entre 26 e 40 anos, 69 entre 41 e 60 anos, e 10 mulheres afirmaram ter entre 61 e 79 anos.

Já entre os tipos de violência mais denunciados no ano passado, estão a violência psicológica, com 117 casos denunciados, seguida da violência física, com 71 denúncias, da violência moral, com 70 denúncias, da violência patrimonial, com 56 denúncias, e da violência sexual, com 35 denúncias.

Com sede na região central da cidade, o CEAM tem local de atendimento em Barra de São João, e por isso, consegue agrupar as denúncias por região, a unidade somou 147 mulheres assistidas em Casimiro, Professor Souza e Rio Dourado, e 80 mulheres assistidas em Barra de São João e adjacências.

Para a secretária de Assistência Social, Thaís Rodrigues, o atendimento do CEAM reforça a importância do equipamento no auxílio às mulheres vítimas de violência em todas localidades do município.

“A mulher, como protagonista de sua própria história, precisa, muitas vezes, de apoio e acolhida para suas dores e rompimento de ciclos de violência, dos quais ela, sozinha, não consegue. O CEAM é um equipamento especializado, exclusivo para receber essas mulheres fragilizadas”, completou Thaís Rodrigues.

Notícias Recentes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Acompanhe as nossas Redes Sociais

Fale Conosco

(22) 99732-8460

Tribo Bless Fm © 2022 - Todos direitos reservados.