--:--
--:--
  • cover
    Tribo Bless

Jovem com malformação supera limitações para servir a Jesus: “Ele está ao meu lado”

A jovem missionária Amanda Diniz é uma estudante universitária que desafia sua condição de saúde ao se dedicar integralmente a Deus

Diagnosticada com mielomeningocele, uma malformação congênita no tubo neural, ela escolheu dedicar suas férias acadêmicas a projetos sociais e ações humanitárias.

Em janeiro, Amanda visitou e ministrou diariamente para 10 pessoas no bairro de Santa Fé, em Cariacica, Espírito Santo. 

Este ano, a jovem irá se dedicar a doações de sangue, revitalização de praças, ruas e igrejas, serviços comunitários, entre outras ações que impactam positivamente a comunidade. 

“Participar de missões é minha maneira de demonstrar o quanto amo a Deus. Pode haver obstáculos, pessoas que duvidam e diagnósticos médicos que tentam me limitar, mas meu Deus é o médico dos médicos, e, acima de tudo, Ele está ao meu lado. Essa certeza me impulsiona a continuar, independente das barreiras”, declarou ela.

“Mesmo com as limitações físicas, eu encontrei maneiras de quebrar barreiras e fazer a diferença na vida das pessoas”, acrescentou.

Homenagem

No dia 28 de janeiro, mais de 1.500 jovens voluntários da “Missão Calebe” se reuniram no Centro Adventista de Treinamento e Recreação do Espírito Santo (CATRES), em Guarapari, para homenagear Amanda por se dedicar à obra de Deus.

Segundo o Notícias Adventistas, o momento mais emocionante do evento foi a entrega de uma cadeira de rodas motorizada para Amanda. 

“Este presente não é apenas um símbolo de gratidão, mas também uma ferramenta que visa proporcionar à jovem missionária uma maior mobilidade e independência em suas atividades missionárias”, disse o pastor Fabio Gonçalves, líder dos jovens adventistas para o Sul do Espírito Santo. 

Adriana Lopes, voluntária de uma das equipes da Missão Calebe, afirmou: “Isso é missão. E a missão nos ensina e nos move a servir. O ato de solidariedade não é apenas o ‘ir’, mas também o de estar e cuidar daqueles que estão indo”. 

E continuou: “A experiência da Amanda é marcante e é impossível não se emocionar. Ela foi e serviu, e nós viemos e a servimos. Que honra”.

“Eu consigo enxergar essa missão como um pedido de Deus a todos. Independente da deficiência, é uma missão que o Senhor mandou a toda e qualquer pessoa. Então é por isso que eu aceitei esse chamado”, afirmou Amanda.

E concluiu dizendo: “Ele não vê a minha limitação e deficiência. Ele sabe que existe, mas Ele capacita e ajuda trazendo tantas pessoas para me ajudar nas coisas que eu não consigo fazer sozinha”.

Notícias Recentes

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Acompanhe as nossas Redes Sociais

Fale Conosco

(22) 99732-8460

Tribo Bless Fm © 2022 - Todos direitos reservados.